O tempo não apaga

em 24 de março de 2016

Hey hey gente, que saudade!
Hoje tem RESENHAA!!

O livro que irei resenhar hoje é o: O tempo não apaga do autor fofo e paciente (diga-se de passagem): Roberto Junior...
-Mas porque ele é paciente? É simples. Após eu terminar de ler o livro eu fui atrás dele, pois fiquei desesperada com o final desse livro incrível e enchi o saco dele (desculpa tá?) mas enfim...
Vamos logo a Resenha.
Descrição:
E se houvesse uma proposta absurda? O tempo seria capaz de apagar as memórias? Quem ama não trai? Os laços familiares podem se romper? Beatriz é uma jovem sonhadora, alheia a diversas situações, vive para satisfazer os caprichos de sua mãe, uma mulher misteriosa e controladora. Tudo muda com o aparecimento de um rapaz sedutor, capaz de despertar em Beatriz uma paixão avassaladora, que mudará completamente o rumo de sua vida, principalmente pelos frutos deixados ao longo do tempo. Em sua obra de estreia, Roberto Júnior nos intriga com um drama familiar de tirar o fôlego, construindo um cenário de emoções e conflitos, nos faz mergulhar num mundo cheio de segredos e revelações, uma história que irá te prender do início ao fim, deixando um sabor de quero mais.
Resenha:
Beatriz (minha chara) era uma jovem de 14 anos que vivia com a sua mãe após a morte de seu pai. No dia de seu aniversario de 15 anos Beatriz conhece um aluno novo chamado Rafael que faz com que ela se apaixonasse por ele sem ao menos ter falado com ele. Após um jantar de comemoração com sua mãe Beatriz foi dormi já que no dia seguinte tinha aula.
Alguns dias após o seu aniversário Rafael a convida para um sorvete e Beatriz aceita. Após horas conversando Beatriz entrega o seu numero para Rafael e uns minutos após ela chegar a casa, Rafael liga para Beatriz que acaba se apaixonando cada vez mais.
Uns dias se passaram até que Rafael faz um convite um tanto arriscado, chama Beatriz para uma festa após a meia noite e pede para ela mentir para sua mãe. Após varias respostas negativas Beatriz avisa Rafael que não poderia mais ir, porem Rafael faz pouco caso e diz que iria chamar outra menina e isso faz com que Beatriz articule um plano em sua cabeça para ir à festa escondida de sua mãe e diz que iria ir.
Após ter certeza de que iria ir à festa Beatriz, pois um calmante no leite da mãe e foi para festa com Rafael em um carro que ele dizia ser emprestado, porem beatriz não falou mais nada. Após certo tempo Rafael começou a acelera e discuti com Beatriz e ao chegar à festa entrou na frente sozinho enquanto beatriz chorava no carro. Após pensar bem Beatriz resolveu não deixar Rafael sozinho na festa e vai atrás dele. Entre uma conversa e outra, Rafael desafia a Beatriz e pergunta se ela ainda era bv e Beatriz nega. Após seu primeiro beijo Beatriz foi deixando as coisas rolarem e acabou tendo a sua primeira vez em uma reserva que se localizava perto da tal festa.
Após uma discussão Rafael leva Beatriz para casa e diz que ela era uma chorona e começa acelerar até uma viatura para os dois.
No final eles foram para na delegacia e foram apreendidos e tiveram que passar a noite em um abrigo já que a mãe de beatriz ainda estava dormindo pelo efeito de um calmante.
Beatriz levou uma bela bronca da mãe que só sabia falar que ela era uma vergonha. Uma semana de castigo sem ver ninguém beatriz voltou para escola e reviu a sua melhor amiga que contou todas as angustias, duvidas e preocupações sobre sua primeira vez. Beatriz tentou ir atrás de Rafael, porem descobriu que a família dele o transferiu para o maranhão.
Após uns dias Beatriz começou a passar mal, sentir uns enjoos. Sua mãe não sabia de nada até uma ocorrência em que beatriz foi parar no hospital e teve a noticia de que seus medos se tornaram verdade, ela estava grávida. Sua mãe teve um ataque e expulsou a beatriz de casa, porem antes fez uma proposta de que ela ficasse lá até o nascimento de sua filha e depois ela teria que deixar o bebe com ela e nunca mais iria procurar ela e sua filha. Beatriz com seu orgulho foi para rua e passou a noite em um banheiro da rodoviária. Após uns dias mendigando beatriz resolveu aceitar a proposta da mãe pelo bem de seu filho.
8 meses e meio se passaram e a filha de Beatriz veio ao mundo. Após uns dias no hospital beatriz teve que dar adeus a sua filha para sempre e foi do hospital direto para rodoviária enquanto sua filha ia direto para a sua antiga casa. Porem uns dias antes ela havia pedido que o nome da filha fosse Valentina, pelo menos com esse nome ela poderia encontrar a filha. Em uma noite um cara de má índole viu Beatriz sozinha e lhe fez uma proposta boa que por traz tinha intenções más, porem uma senhora percebendo que se tratava de uma oferta com mais interesses do que apenas só ajudar e vendo que Beatriz iria cair no golpe foi logo a ajudar.
Raquel lhe ofereceu casa e comida e beatriz com muita desconfiança aceitou. Raquel investiu muito em beatriz e acabou lhe adotando. Raquel levou Beatriz para Portugal onde conheceu Dante seu marido.
Beatriz tinha virado modelo da empresa de grande sucesso de Raquel e se casou com Dante. Após vinte dois anos Beatriz resolve visitar o seu passado e foi para o Brasil atrás de sua filha.
Essa história termina em um ponto que deixa um mistério no ar, pois não sabemos o que vai ser dos personagens envolvido na historia.
Eu amei esse livro e super-recomendo (estou ansiosa para a continuação).
Até a próxima!

Beijos, boa noite e tchau leitores! 

Coisas do coração

em 19 de março de 2016

Hey Hey leitores!! Voltei seus divos <3
Bom essa resenha era para sair ontem, porém precisei de mais um tempinho para ler e rever o que eu iria escrever, pois esse livro é tão UAAAUUU!!!
Hoje é dia de RESENHAAA!! A ultima da semana <3 e esse livro que tive a honra de resenhar é tão bom quanto um dia de sábado. Hehehe
O livro é: Coisas do Coração, da belíssima autora: Joana Amorim. Vamos logo ao ponto...

Opinião:
Não tem palavras para descrever o quão incrível é esse livro. Eu o levava para todos os lugares comigo por amar tanto ele <3... Cada letra escrita nesse lindo livro despertou uma pessoa melhor e um lado meu que eu não conhecia o de poeta.  Esse livro traz uma energia tão positiva que eu não consigo explicar. Simplesmente eu só tenho que agradecer a fofa da Joana que me deu a honra de ler e de resenhar essa obra que eu achei inexplicavelmente ótima.


                                             
Resenha:
“Coisas do coração é um livro de pensamentos sentidos verdadeiramente, não só de poesias mais todo sentimento que vem à tona quando se está verdadeiramente apaixonado. É um tornado de sentimentos que devasta a alma e depois pede perdão ao coração que como sempre perdoa tudo. É um apelo pelo sentimento que já não se têm quase nenhum respeito humano por ele, e que muitas pessoas já desistiram de senti-lo e transformam suas vidas em um pratico convívio por medo de amar. Sim é o amor, é ele que move o mundo de todas as formas. Não tenha medo, ame incondicionalmente, enfrente o amor sem escudo. - Joana Amorim”.
Bom como a autora já disse no parágrafo acima esse é um livro de pensamentos e reflexão, de sentimentos bons, ruins enfim tratam dos sentimentos de um jeito geral e incrível, as palavras indo fluindo pagina a pagina, verso a verso, estrofe a estrofe.
Essa experiência foi única e especial, viajei na maionese pensando em cada poesia e verso escrito. Amei sua obra Joana obrigada por você ter me dado à chance de ler esse livro incriveeeel!  



















Poesia que eu mais gostei:
“ Infância
Sinto falta do ar puro
Do balanço na árvore
Das folhas caindo da amendoeira
De falar errado, de chorar por tudo
Sinto falta dos meus cinco anos
Quando ria de um desenho
Construía bolos de lama
E sonhava com anjos
Sinto falta de um colo paterno
Onde me refugiava
Era só deitar a cabeça e dormir
E não me preocupar com nada
Sinto falta das roupas pequenas
De acreditar em papai Noel
E no velho do saco
E até das brigas na rua com meus colegas
Sinto falta de acordar cedo
E comprar sorvete na padaria com meu pai
Falta dos apelidos carinhosos
E do pouco que aproveitei do tempo
Mas onde o Senhor estiver pai, que Deus te acompanhe!”
Achei incrivelmente fofo e comovente, amei esse, mexeu muito comigo. 
Bom, obrigada Joana mais uma vez por ter me dado a chance e a honra de ler esse livro maravilhoso.
Até a próxima resenha leitores

Beijos e boa noite!

Olhos do tempo

em 17 de março de 2016

Hey Hey, leitores!!!

Hoje venho trazer a resenha de um Livro com “L” maiúsculo o: Olhos do tempo.
E esse livro é MUITOO BOOOM. Ele traz consigo varias poesias dedicadas a diferentes autores, escritores e pessoas que marcaram a vida de Júlio de varias épocas (até para a Anne Frank) PS: eu amo a Anne...
O livro contém apenas 64 páginas e é muito leve e fácil de ler. Terminei-o em um dia, mas foi um dia de grande reflexão e compreensão. Fiquei vidrada e em êxtase a cada palavra que eu lia e a cada folha que eu virava.
O que falar desse
Resenha:
Então, como eu disse é um livro de poesia, cada poesia é dedicada a um autor, escritor, uma pessoa que seja importante ou até mesmo a um lugar em especial...  Livro de poucas páginas, mas com um conteúdo incrível, sem sobra de duvidas.
São ao total 51 poemas de variados estilos e para variadas pessoas.
Opinião:
Apesar de eu nunca ter lido um livro de poesias e não ter um parâmetro para compara, eu ameiii bastante essa leitura intensa, compreensiva e maravilhosa. Andei com ele por mais 2 dias após eu ler. Sabe aquela sensação de quando você esta carregando uma grande preciosidade? Então era essa sensação que eu tinha levando e relendo esse livro em todos os lugares comigo.
Fiquei fascinada por esse livro... O encantamento foi tanto que até indiquei para minhas amigas, porém não vou emprestar meu BB kkkk.
Poesia que eu mais amei:
“Neutralidades (Para: Cecília Meireles)
Não estou alegre
Não estou triste
Estou bem agasalhado
na neutralidade dos sentimentos.”
A mais pensativa:
“Paráfrase (Para Descartes)
Se
Paro
Penso.
Se
Penso
Não
Paro.”
 
Muito obrigada Júlio por ter me dado à honra de ter conhecido essa obra que definida em uma palavra só encontro uma: extraordinária
Amanhã tem mais resenha...
Beijos e até amanhã!

Boa noite leitores!!

Faladas de Sofia

em 16 de março de 2016

Hey hey gentii!!!
Hoje venho trazer a Resenha de um livro um tanto especial e engraçado: Faladas de Sofia.
Esse livro traz consigo um humor infantil leve, fofo, divertido enfim incrível. Como o nome já diz esse livro tem como conteúdo “perolas” de uma criança um tanto extrovertida (pelo que eu li) e cheia de vida.
Opinião:
Eu também tenho uma Sofia aqui em casa... Minha priminha de 3 anos Sophia (e sim por incrível que pareça elas tem praticamente o mesmo nome). Esse livro me fez lembra muito minha priminha, pois ela também solta umas coisas muito inesperadas e eu morro de rir com ela assim como morri de rir com esse livro super fofo e engraçado!
Resenha:
Esse livro é super leve de ler, tem uma linguagem fácil, é engraçadíssimo e se passa em dialogo entre vários personagens. A Sofia com toda certeza é a minha preferida.
O livro se passa em variados anos da vida de Sofia (ou soft) narrando vários acontecimentos um tanto únicos.
Amei ler um livro que eu ri tanto das proezas que a Sofia falou. Se o mundo tivesse mais desse humor infantil talvez não estivesse do modo que esta agora.
Vou confessar pra vocês algo... Quando eu levei o livro para dar um passeio e fui ler algumas partes na rua, de tanto rir, as pessoas estavam me olhando de um jeito estranho, como se eu fosse maluca kkkk quem nunca?
Parte que eu mais amei (PS: eu amei todos porem não dá para por o livro todo aqui, se não iria acabar com a graça de comprar e descobrir as proezas que a  Sofia fala.):
“-Mãe, quero estudar matemática.
 Faz um dever pra eu resolver?
-ô filha, peça para seu pai fazer isso. Eu não sou muito boa em matemática.
- mas eu sou. Pode fazer “
Recomendo esse livro a pessoas de 0 a 115 anos, alias é recomendado para todas as idades.
Obrigada Silvana por ter me dado a honra de ter lido essa obra incrível.
Amanhã tem mais resenhas...

Boa noite a todos, beijos e até a próxima. 

Resenha: Simplesmente Dan

em 12 de março de 2016

Simplesmente Dan
Sinopse:
                “Simplesmente Dan” conta a história de dois amigos de infância, Marina e Dan. A Mari é apaixonada pelo amigo, que é um verdadeiro pentelho. Ele arrota, solta pum na frente dela e, como se não bastasse, ainda se aproveita da sua intelectualidade. Mas o curso da vida ameaçará afastá-los, e isso mexerá ainda mais com o coração dessa garota que, mesmo tendo tudo para ser mega feliz, não consegue se imaginar vivendo longe do seu primeiro amor.
                Narrado por esses dois adolescentes, “Simplesmente Dan” nos fará mergulhar numa divertida trama que certamente despertará risos e intensas emoções.
                Colégio, família e amizades; romance, comédia e traquinagens mil. Será que o cupido conseguirá ajustar essa doce e atrapalhada relação entre Marina e Dan?

O que eu achei:
Eu apenas amei essa obra tão linda... O final quebrou meu coração, esse livro “simplesmente incrível”.
Resenha:
Mari (marina) é uma jovem de 15 anos que é apaixonada por seu melhor amigo de infância, porém ele só a enxergava como uma amiga mesmo.
Mari era uma pessoa de poucos amigos, só existia Dan, até que um dia tatá puxou assunto com ela e daí para frente elas foram se tornando amigas. Logo após isso elas fizeram amizade com Poly.
Mari estava brigada com Dan quando contou a tatá sua paixão escondida e tatá fez com que ela fosse ao shopping com ela, Poly e o irmão mais velho de Poly (gatíssimo) . Para que ela esquecesse de sua paixonite secreta.
Ele meio que se interessou por Mari. Alguns dias depois chegou um buque de flores para ela na escola e ela suspeitava que fosse tai (o irmão de Poly) que havia enviado para ela.
Dan descobre coisas sobre a viagem de seus pais definitiva para rio grande do sul e ele desesperado vai à casa de Mari, porem eles ainda estavam brigados, mas esse detalhe Mari deixou de lado quando Dan disse que ele iria fugir e foi junto com ele.
Ao saber da novidade de Dan Mari se desespera, pensa em contar sobre seus sentimentos, e acaba beijando ele, Dan surpreso ficou perdido em seus pensamentos e acabou ficando com Mari.
Semanas e semanas de puro romance, até a hora da partida de Dan. Foi uma despedida triste e traumatizante...

Esse livro tem continuação: simplesmente você... Eu amei essa obra super divertida e emocionante, já quero ler o proximo..

Beijos até a próxima

Ailla e o luferino

em 8 de março de 2016

Hey leitores, hoje tem resenha (um pouquinho atrasada, desculpa) do livro: Ailla e o luferino.

Sinopse:
Quando Ailla, uma garota de 14 anos, descobre sua origem nada convencional seu mundo vira de cabeça para baixo. Uma missão lhe é entregue e de seu sucesso depende todo o universo, todos os mundos, inclusive o nosso.
      Ao lado de Natasha, sua melhor amiga, do jovem e misterioso empresário Weyne Wizard e de Van Hailer, seu fiel e inusitado protetor, ela embarca numa jornada de autoaceitação que pode custar à menina de longos cabelos ruivos, muito mais caro do que ela imagina.
      Esse livro vem com intuito de encantar todas as faixas etárias, desde as crianças até os adultos.
Opinião:
Esse livro conseguiu me conquistar desde a primeira palavra escrita. Amei poder ter conhecido essa obra tão complexa e perfeita. Muito obrigada ao grupo de escritores/autores que fizeram esse livro tão lindo!
Resenha:
Ailla, uma menina de 14 anos, tem uma grande missão em suas mãos, porem ela não sabia.
Alguns acontecimentos estranhos aconteciam na cidade onde Ailla morava e o desaparecimento de seu ursinho (duas cores) todas as vezes que esses fatos estranhos aconteciam, e ela começou a desconfiar.
Ailla estava esgotada de tanto pensar nos acontecimentos e nos sumiços misteriosos de duas cores (seu ursinho). Um dia seu pai iria viajar e sua mãe foi levar ele até o aero porto e Ailla não pode ir, pois tinha que estar na escola de qualquer forma. Tudo seguia bem até que Ailla descobriu que seus pais haviam sofrido um acidente.
Após constatar de que eram seus pais em um carro na beira de um penhasco, Ailla pegou duas cores e o levou ao local do acidente e fez um pedido para seu urso.
Algo de misterioso e milagroso aconteceu, pois Ailla havia escutado vozes de espanto e uma explosão fez com que ela olhasse para o penhasco e não visse o carro dos seus pais. Após isso percebeu que ele não estava lá, porem já estava na mesma calçada que ela.
Certo dia depois desse susto, Ailla descobre que não é filha de quem ela realmente achava.
O aparecimento de Ven (ou Duas cores, seu protetor) traz junto várias descobertas sobre de onde veio Ailla, como ela foi parar ali e o porquê de ele querer proteger ela.
Eu estou ansiosa para o próximo livro, amei essa obra!
Desculpa pela demora de novo s2
Bom gente, até a próxima, beijos e tchau!

Érica

em 6 de março de 2016

Hey leitores, boa noite!
Hoje venho trazer a resenha (da nossa parceria) do livro “Érica” da autora: Larissa Medeiros Barros Leal!


Sinopse:
Érica tinha uma vida normal em fortaleza até a manha em que seus pais foram mortos em seu lugar. Após descobrir que foi incluída na lista negra da Ordem das Doze tribos de Israel, recebe um convite para se tornar uma agente da União Europeia, que luta com todas as suas forças para impedir que judeus fundamentalistas exterminem a humanidade.
Enquanto isso, em moscou, dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos e lidam com a revelação de um segredo que envolve uma das vítimas. No Cairo, uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha arquitetada pela ODTI para submetê-la às suas decisões. Em Washington, sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais. Em Pequim, um filho procura o pai, há meses desaparecido...
Todas essas histórias se conectam. As tensões não são apenas entre povos e religiões, mas também entre pais e filhos, amigos, casais. E a pergunta que não quer calar: conseguirá Érica salvar o mundo da destruição cada vez mais próxima?
Um pouco mais (em minha opinião) sobre o livro: Só tenho uma palavra que descreva essa leitura: INCRÍVEL! Passei um dia inteiro lendo... Eu posso dizer que eu fui “abduzida” pelo livro... A cada palavra que eu lia me dava mais vontade de descobrir sobre Érica.

 
Até minha avó já pegou de mim e disse que é dela.

Resenha:
Esse livro em minha opinião é uma ótima indicação para todos. O mesmo traz a história de Érica e de vários jovens distintos que ao longo da historia tem muito mais a ver do que pensavam. Ele é narrado por vários personagens, o que no começo parece ser meio confuso mais ao longo da história você vai se adaptando.
Esse livro se passa nos seguintes lugares: Frankfurt Alemanha/ Fortaleza Ceará, Brasil/Moscou, Rússia/Atenas, Grécia/ Washington, EUA/Pequim, China.
Érica ainda estava preocupada com sua festa de quinze anos, pois não queria que nada ocorresse de errado e sua mãe também, por isso que elas passaram o dia todo resolvendo os assuntos da festa. Thiago na beira da orla estava a pensar em seus sentimentos por Érica e em briga interna para saber se ele iria se declarar ou não, porém ele desistiu de pensar nisso e afastou seus pensamentos.
Érica acordou com seu corpo suado e após a luz voltar ligou a TV para saber o que acontecera, descobriu que foi um atentado contra uma empresa de energia que fornecia energia para todo nordeste menos maranhão. Ela por sua vez não conseguiu ouvir a noticia toda desligou a TV e foi almoçar. Porem esse já era o segundo atentado que o Brasil sofria. A primeira fora há dois meses antes, quando um carro-bomba explodiu matando cerca de 50 pessoas e um grupo israelense mandou um vídeo assumindo a autoria dos atentados.
Em Moscou, Rússia Kátia estava na boate mais badalada da cidade com seus amigos e decidiu ir embora, após sua chegada à estação de metro, chegou e percebeu que havia perdido o metrô, após o metro entrar no túnel ouviu uma grande explosão, o metrô que ela acabara de perde explodiu e ficou sabendo que fora um atentado, tentou subir porem outra explosão a interrompeu e conseguiu sair descobrindo que a boate ode estava ela e seus amigos fora bombardeada. Escutou a voz de seu amigo a chamando e foi ao seu encontro aliviado por sabrer que seu amigo estava vivo.
Em Atena, Grécia Arnold estava tendo uma reunião para discutir um projeto que poderia salvar a humanidade da 3° guerra mundial.
Em Washington, EUA Natalie coversava com sua amiga Meredith sobre seu encontro. Meredith levou Natalie até a porta de sua casa e foi ao encontro de sua namorada, Natalie ao adentrar a casa percebeu que seus pais tinham deixado um bilhete que dizia que eles foram pra festa e só iam voltar as Três. Após um tempo Natalie ouviu a buzina que era do carro de Jude um amigo de Natalie e foi ao carro só que não era ele que estava dirigindo. Natalie foi sequestrada e assim que chegou ao cativeiro percebeu que seus amigos também foram, porém ela não sabia o por que.
Em Pequim, china, Chang e Ling conversavam sobre o pai desaparecido de Chang. Chang achava que seu pai estava morto, pois após um surto o expulsou de casa e sumiu, porém ela tinha duvidas sobre isso, pois tinha duvidasse o pai de Chang estava vivo.   
Após perceber que seus amigos também foram sequestrados Natalie não entendeu o porquê daquilo, até que um cara chegou, escolheu Jude e o levou, Jude teve seu dedo enfiado em uma tomada enquanto os capangas falavam ao telefone pedindo informações para o pai de Natalie, que trabalhava na casa branca, após perceber que Jude estava sim sendo torturado ele deu todas as informações que os caras pediram e eles soltaram os jovens logo após isso em uma rodovia.
Érica percebeu que só faltavam 9 dias para seu aniversário de 15 anos. Quando estava em seu quarto viajando em seus pensamentos Érica viu que um garoto entrara no quarto dela pela janela e antes que ela pudesse se defender o garoto a imobilizou e começou a conversar com ela em um português estranho. Antes de sair ele disse uma frase a qual Érica não entendeu muito bem: ”o tipo de coisa que você está prestes a enfrentar... eu não desejo a ninguém” e se foi sem dar a Érica chances de falar
Wu ao chegar á casa estranhou a calmaria e foi a Chang E Ling perguntar o que tinha acontecido com os dois.
Na Síria, Jamil, Mohamed e Iasmin estavam agoniados, pois tinham recebido um email da ODTI (Ordem das Doze tribos de Israel) e estavam pensando em recusar até que eles enviaram um aviso para eles, um dos amigos de infância de Mohamed e Jamil e membro da ONG havia tido seu carro queimado.
Ivan vinha tendo sonhos com sua amiga “Natasha” (morta no ataque da boate) sobre suas promessas de que iria parar de beber e perguntou a mãe de Kátia (sua única amiga, após o atentado) se poderia lhe ajudar (já que ela era psicóloga).
 Natalie estava à procura de álbuns de seu pai e pediu ajuda para sua mãe que achou e lhe deu a caixa. Natalie encontrou uma foto a qual aparecia um irmão gêmeo de seu pai. Sua mãe contou que ele havia morrido e que seu pai não queria contar por medo de a menina sofrer.
Derek estava resfriado e seu amigo falou para ele ir a farmácia comprar algum remédio, porem ele não esperava encontrar ela... Érica. Derek tentou disfarçar porem ela perguntou se ele estava bem e não tinha como fugir. Érica se assustou com o que virá, era o cara estranho que adentrou o seu quanto pela janela. Derek tentou despistar ela porem não deu certo e ele procurou sair o mais rápido possível da conversa.
Natalie estava curiosa para saber quem era esse Derek que ligara para o pai no meio do almoço e perguntou a ele, o pai de Natalie entendeu a curiosidade da filha e contou tudo para ela.
Após Ling se entregar ao se vicio de bebida Chang sempre livrava sua barra cuidando dela, pois essa era a sua rotina. Assim que chegava do trabalho ia aos bares da redondeza para buscar Ling e a levar para casa.
A festa de 15 anos de Érica ocorreu tudo como se havia planejado, porem  ela não esperava o que tinha acontecido no dia seguinte, os dois amigos de infância se declararam para ela no mesmo dia. No dia seguinte tudo tinha sido resolvido porem Érica não esperava o que iria acontecer no dia seguinte.
Derek ainda estava doente e não poderia trabalhar e pediu para que seus “amigos” fossem executar “o trabalho” sem ele. E eles foram. Derek estava fingindo estar gripado e aproveitou que seus amigos saíram para executar o plano e ficou alerta esperando as noticias.
Érica foi chamada na coordenação e foi surpreendida pela noticia deque seus pais haviam morrido e ela nãoacreditava no que estava acontecendo, após perder os sentidos, acordou e pediu para sua prima a levar a sua casa, e foi o que ela fez a levou e deixou Érica sozinha na casa, pois foi o que ela havia pedido. Érica após ver que era verdade aquele pesadelo, pegou uma faca na cozinha e tentou se matar, porém Derek chegou a tempo de impedir, após explicar que relação ele tinha com Érica ele a fez um convite.
Mohamed se sentiu oprimido e teve que aceitar a proposta da Ordem já que eles tinham provado do que seria capaz de fazer se eles não aceitassem.
Após participar do velório dos pais Érica decidiu que queria se vingar pela morte de seus pais e resolveu aceitar o convite de Derek. Durante o resto da semana Érica não foi à escola, e na sexta se despediu de todos para que pudesse viajar. Após uma reunião com o líder da europol,Érica estava em treinamento.
Após se juntar a Ordem Mohamed recebeu um telefonema que indicava que uma jovem da Turquia iria se juntar a ONG.
Isso não é o final. ainda tem muito mais.
Sinceramente resolvi acabar por aqui se não acabaria coma a graça das descobertas sobre o livro...
Falta muita coisa nessa resenha, descobertas inebriantes e inesperadas acontecerão e essa história terá um desfecho inesperado e emocionante, para vocês descobrirem o que irá acontecer basta lerem esse livro que resumido a uma palavra, eu só encontrei essa: incrível.
Eu agradeço a Larissa Medeiros por ter me dado à chance de ler um livro que em minha opinião foi um dos melhores que eu já li. E espero que não fique brava comigo por não fazer uma resenha comum contando a história, mas é que eu não poderia contar o final e acabar com a graça desse final tão lindo, desculpa.

Até a próxima leitores, bjus...